Buscar
  • Júlia Marra e Márcia Lago

Placas Planas com pistas de rodagem e sua forma de atuar.


Figura 1 Imagem aparelho TPD Márcia Lago.


*Conteúdo Baseado no livro Reabilitação Neuro-Oclusal, Pedro Planas, cap. 10.


As placas Planas com suas pistas de rodagem são os aparelhos fundamentais na aplicação da terapêutica RNO. A Reabilitação Neuro Oclusal (RNO) é uma medicina preventiva dos problemas odontológicos, seu objetivo é conduzir a boca desde a erupção dos primeiros dentes a uma situação de equilíbrio, mediante estímulos das forças. Compreendendo também como estímulos intermitentes; atuando em todo o sistema estomatognático.


“Nossas placas não atuam exercendo pressão, força ou boa retenção”. (Planas). A sua base preconizada é atuar por presença.

Desta forma destacamos que a ação por presença seria o ligeiro movimento dentário de liberação línguo-vestibular que se produz como consequência da colocação de uma simples placa palatina ou lingual de acrílico. Lembrando que o dente possui uma mobilidade linguo-vestibular dentro de seu alvéolo, mobilidade esta permitida pela elasticidade do ligamento alvéolo-dentário e que faz parte de sua vitalidade.

Muitas placas são inseridos expansores, mas o intuito do mesmo não seria para o conceito generalizado de empurrar, forçar ou traumatizar o ligamento, senão ao de MANTER A PRESENÇA quando ativado em ¼ de volta a cada 4 ou 8 dias. Fato relevante também é o de que o expansor acompanha o desenvolvimento/ crescimento das arcadas.

As conhecidas pistas de rodagem permitem que a presença se realize tanto superior quanto inferior quando ambas se tocam corretamente. Atuando por presença com o intuito de não traumatizar o periodonto; através das pistas existe a possibilidade dos movimentos de lateralidade mandibular. *(as pistas de rodagem liberam os movimentos excursivos mandibulares )

Sendo assim o intuito principal conforme destacado neste capítulo seria com relação as pistas de rodagem pelo fato de obrigar a placa inferior a contatar a superior e vice versa. Este contato deve efetuar-se pela contração dos músculos temporais e masseteres, e sem que haja interferências dentárias.


Destacando Finalidades: Facilitar movimento de lateralidade Orientar a situação do plano oclusal Reabilitar as Atms Corrigir as distoclusões e ou/ posições distais da mandíbula. Frear as mesioclusões Ajudar transpor as oclusões cruzadas etc.

O ideal e recomendado é que este aparelho permaneça na boca o máximo de tempo, sendo retirado apenas para alimentação.

Lembrando que: “FORÇAS SUAVES E INTERMITENTES ERAM MAIS EFICIENTES E PROPORCIONAVAM RESULTADOS MAIS PERMANENTES, EMBORA OS TRATAMENTOS DURASSEM MAIS TEMPO.” (PLANAS).


A placa superior contra a inferior, através de suas pistaspermite umaretenção recíproca, dispensando a necessidade de grampos de retenção. A seguir será destacado alguns itens obrigatórios e os que podem ser acrescentados tais como:


Obrigatórios:

*pistas *estabilizadores *apoios oclusais (oclusal inferior à definir de acordo com a arcada)

Acrescentados:

*arco vestibular / Hawley *ganchos de arrasto *arco de progênie de Eschler *expansores – opcional, varia de acordo com o tratamento a ser executado * molas de presença em “S” ou em “8”

Com relação as Pistas, é sugerido lâminas de acrílico de 1mm de espessuras. Seu tamanho fica definido 5 /4mm de largura para as superiores, e de 2/mm de largura para as inferiores.

As pistas inferiores vão de distal de canino até o apoio oclusal. As superiores ficam afastadas uns 2mm das faces linguais para que as cúspides linguais dos molares inferiores possam ocluir livremente, e vão de distal de canino ate o 1º molar.

Ressaltando que de acordo com uma neutroclusão devem ser colocadas paralelas ao plano de Camper; em distoclusão deverão formar, com o plano de Camper, um ângulo aberto para trás; em caso de classe III ou mesioclusão ângulo será aberto para frente.


Pista Indiretas Planas Ou Placas Planas:

*Classe I – Neutroclusão/ pistas retas

*Classe II – Distoclusão /as pistas são posicionadas para cima no sentido póstero-anterior

*Classe III – Mesioclusão/ as pistas são posicionadas para cima no sentido ântero-posterior.


Pistas Indiretas Planas Compostas:

*Arcos dorsais, com ou sem Equiplan de Planas.

*Equilibrador de Planas .


Figura 2 Imagem aparelho TPD Márcia Lago. Equilibrador Planas.

Componetes:


Arco de Hawley pode vir a ser utilizado ou não pelo profissional. Seu objetivo é manter o alinhamento dos dentes superiores e inferiores, conforme a movimentação do aparelho na boca por estímulos funcionais.


Os Apoios Oclusais usados na placa inferior apoiam-se no segundo molar decíduo, na ausência destes, nos primeiros molarespermanentes. Considerandoque estes apoios bloqueiam o crescimento vertical é utilizado com a finalidade de prevenir lesões que a placa inferior produziria ao ser instalada na mandíbula, pela placa superior através das pistas.


Estabilizadores, para caninos e pré-molares. Sua parte retentiva fica na lingual, e geralmente são colocados entre lateral e caninono inferior ou superior se necessário, em algumas vezes em caninoe primeiro pré-molar, outros em primeiro e segundo pré-molar; sua utilização e somente estabilizar.



Figura 3 TPD Márcia Lago

Com relação as Placas compostas( PIPC), O arco dorsal utilizado, terá como função de manter o que foi corrigido ou irá corrigir (distoclusão) e deixar livre os movimentos de lateralidade. Resumindo: permite movimentos látero-protrusivos e bloqueia movimentos retrusivos. Este aparelho também é utilizado para término de tratamento, o que permite uma mobilidade lateral da mandíbula, não impede o crescimento vertical de nenhum dente e mantêm a neutroclusão e a dimensão vertical desejada para que seja equilibrada a oclusão.

Equiplan: “Sobre mordida profunda, em que há perda de dimensão vertical por perda permanente; para nivelamento de plano oclusal; para manutenção da dimensão vertical quando há perda múltipla de decíduo e demora na erupção de permanente, e em mesioclusão, para descruzamento no setor dos dentes anteriores. (Wilma Simões, 2003)”


O Equiplan vai completamente livre na boca e só é apreendido pelos incisivos, e obtido através dos arcos dorsais a correção da distoclusão.


SEGUNDA LEI PLANAS EQUI-PLAN

· A nível de curiosidade, as placas planas são derivadas do fato de cortar o antigo aparelho de Andresen ao meio, para que possam deslizar livremente em movimentos mandibulares de lateralidade. E o Equiplan derivado das aparatologias do professor Bimler, após ser acrescentado ao escudo de acrílico de Bimler.

“A primeira ideia foi de chama-lo Plano Equilibrador, porem nosso amigo e colega, doutor Evaristo MartíFabregat, sugeriu a palavra Equiplan, abreviatura de Equilibrador Planas. Em 1961 foi apresentado na Sociedade Francesa de Ortopedia Dento-Facial, e um de seus membros, o professor Chateau, sugeriu que poderia denominar-se Plan-As, referindo-se ao ÁS das cartas e ao “plan” que tudo vencia. Coincidia além disso com meu nome”. (Planas).



Figura 4 (Equiplan acessório).



Fontes de Referência :


Planas P.Rehabilitacion Neuro-Oclusal. Barcelona : Salvat Editores S.A. pgs. 119-135, 1987.

Simões WA. Ortopedia Funcional dos Maxilares , Vista Através da Reabilitação Neuro Oclusal. Editora Artes Médicas, v.2 2003.

Serrano EAS. Coleção APDESP - Ortodontia E Ortopedia / Vol.VI. Ed: Napoleão. pgs 219-233. 2016


104 visualizações

SOBOTA - Sociedade Brasileira de Orto Tecnologia Avançada
Av. Goiás, 321 – CEP 09521-310 - São Caetano do Sul – SP  | Contato: +55 (11) 4229-7979

  • Facebook Clean
  • White Instagram Icon
  • Google+ Clean